Website / blog

Agricultura Digital, Agronegócio

Campo Digital: Agrosmart é destaque na revista Dinheiro Rural

A edição de Agosto da revista Dinheiro Rural traz a Agrosmart como destaque na reportagem “Campo Digital”, que fala sobre as empresas pioneiras que estão trazendo a nova revolução tecnológica para o campo, a chamada Agricultura Digital.

Edição 139 Revista Dinheiro Rural

”O Brasil virou um celeiro de inovação tecnológica do agronegócio e o surgimento de empresas que revolucionam a agricultura e a pecuária atrai a atenção […] Até pouco tempo atrás, quando se falava em aplicação de tecnologias no agronegócio, a referência era o melhoramento genético de plantas e animais, e a adoção de um manejo eficiente. Hoje, fala-se muito em algorítimos, geoprocessamento, análise de dados (big data), automação e a comunicação entre as máquinas, a famosa internet das coisas”.

Franciso Jardim, fundador da SP Ventures.

Na matéria, a revista destaca a tecnologia desenvolvida pela Agrosmart.

Agrosmart recorte

“Da lavoura para a Agência Espacial.

A empresa é tão inovadora que chamou a atenção da Agência Espacial Americana, a NASA. A companhia brasileira foi uma das selecionadas, dentre outras 500 startups ao redor do mundo, para desenvolver um pesquisa no centra da agência espacial. O que chamou atenção dos americanos? A Agrosmart apresentou uma das melhores soluções para resolver a crise hídrica, ao propor a redução do uso de água nas lavouras a partir do seu monitoramento em tempo real.

Por meio de sensores espalhados pelo campo e de imagens de satélite, o produtor pode acompanhar a sua plantação. A partir de dados transmitidos a um sistema que analisa as informações, são geradas recomendações específicas para o produtor, como os melhores momentos para a irrigação e aplicação de defensivos.

“Com as nossas recomendações, os produtores podem diminuir em até 60% a quantidade de água utilizada, reduzir o custo com energia, combustível e aplicações químicas, e aumentar a produtividade”, afirma Mariana Vasconcelos, 24 anos, CEO da Agrosmart. O custo anual dessa tecnologia pode variar de R$ 30 a R$ 300 por hectare, dependendo da necessidade do produtor. Entre os seus financiadores estão o Google e a SP Ventures. Até o final do ano, a empresa deve faturar R$ 2 milhões.

Segundo o sócio e cofundador da companhia, Raphael Pizzi, a tecnologia pode ser uma grande aliada do produtor para a conservações ambiental. “Dessa forma, a Agrosmart tem tudo para contribuir para uma agricultura mais sustentável”, diz Pizzi.”

Você pode conferir a reportagem completa na edição nº 139 da Revista Dinheiro Rural, que já está nas bancas.


call-to-action-falar-com-especialista-irrigacao-inteligente
.

Posts relacionados: